<$BlogRSDUrl$>

6.3.04

Mais uma nota sobre fim da Luna 106.2 saída no Público de hoje- E nós não esquecemos a VOXX 

Mais uma nota sobre o fim da LUNA ver:
Público hoje
Já antes H.S. escreveu o texto sobre de VOXX e LUNA neste blogue.

Podemos ainda ouvir nestas rádios:

Sábado pelas 13h, alguns minutos depois, entrevista ao Dr. João Gonçalves, que tem o blogue Portugal dos pequeninos antigo vogal da Direcção do Teatro Nacional de S. Carlos, feita por um dos autores deste blogue: Henrique Silveira, repetição de quinta à noite.

Domingo depois das três da tarde entrevista a Rosário Tavares, depois das 16h30m entrevista a Marco Alves dos Santos, tenor. Pelas 23h pequena entrevista ao director da Rádio Guilherme Statter com música do seu gosto de seguida e antes da emissão passar a automática com música em contínuo até a Média Capital ligar os cabos ao seu sinal.
A Voxx termina também na meia noite de Domingo.
Hoje, sábado, pode ainda ouvir Geração Vinil, às 14h até às 18h. Amanhã, Domingo, Mensageiro da Moita das 20h às 24h, em directo. Luís Pinheiro de Almeida e Pedro Gonçalves com muitos amigos em directo para acabar a VOXX.

Esta noite Ricardo Saló, às 2h, despediu-se de três anos de Galinhas no horizonte com as palavras:

Gratos a todos os que nos acompanharam ao longo de três anos. No que respeita ao "Galinhas no Horizonte" chega aqui o fim da viagem, boa noite e bom fim de semana.

E assim acabou o seu programa. Feito com respeito por si e pelo público que o ouve. Saló profissional até ao fim. Até sempre Ricardo Saló.

Como o Público retira os artigos ao fim de algum tempo, reproduzimos aqui o pequeno texto de Rita Pimenta.
M.B.



Visto: Uma Rádio Calma Que Termina
Por RITA PIMENTA
Sábado, 06 de Março de 2004

Quando o ouvinte estava cansado de notícias, saturado de fóruns e desesperado com a boçalidade de alguns "pivots" da rádio, sintonizava 106.2 FM e respirava fundo. De nome Luna, "rádio clássica para a Grande Lisboa" (assim se apresentava), a estação devolvia-lhe o prazer de escutar música ao longo da viagem (ou durante o engarrafamento).

Essa possibilidade termina amanhã. Dia em que a estação 106.2 FM, Montijo, se calará.

Ainda assim, teve tempo de provar que se pode divulgar música clássica sem que o ouvinte se sinta obrigado a trajar a rigor. Com o respeito próprio que as palavras merecem e sem o recurso exagerado aos adjectivos em voga na comunicação ("fantástico", "fabuloso", "genial"), incentivava-se o ouvinte a assistir a concertos - recordava-se sempre que eram reproduções que ali passavam. Nada como estar frente aos músicos.

A par da clássica e do jazz, havia tempo para ir dando conta das diferentes actividades culturais no país: espectáculos, recitais, debates, exposições.

Embora algumas vezes faltassem informações sobre as peças que se ouvia, sempre que se facultavam notas sobre obras e autores, tal era feito com clareza e elegância. Sem o tom bafiento que vulgarmente se imprime ao falar de clássicos e que afasta o público, sobretudo o mais jovem.

Espera-se que algures na onda hertziana regresse uma frequência semelhante à que amanhã nos deixa. Aproveite para a sintonizar já.

Luna, 106.2 FM Montijo


Arquivos

This page is powered by Blogger. Isn't yours?