<$BlogRSDUrl$>

4.2.04

O trauliteiro do cachimbo 

Mais uma vez o excesso de Rosas no Público, entre outras diz:

E que também reconhecemos, em versão "hard", no excesso histriónico e no abuso antidemocrático do "Gauleiter" madeirense do PSD, João Jardim, ou, em versão "soft" de revista cor-de-rosa, no registo populista-delicodoce de Santana Lopes e seu séquito. são eles que comandam o actual Governo.

Haja modos senhor professor, para quem pretende criticar a direita caceteira devo dizer que uma moca de Rio Maior na mão direita e o cachimbo Peterson Sterling Silver na esquerda não lhe assentariam melhor. Alberto João Jardim é um ser histriónico, caricato e anti-democrático, mas chamar ao líder regional de um regime democrático, eleito pela esmagadora maioria dos eleitores da Madeira, um Gauleiter nazi é demasiadamente ofensivo. O senhor professor trauliteiro vai longe demais nos seus esforços de violência verbal, não mede o que diz e acaba por ter de re-engolir o vómito que deita fora por mercê do descrédito que isso lhe acarreta.
As afirmações despropositadas que profere, sem nexo com a realidade, são tão exageradas que descredibilizam qualquer discurso sério. Quer acusar os seus adversários políticos de primários e caceteiros, mas usa insultos em pior estilo do que os que acusa, afinal quem quer denegrir.
É pateta, é confrangedor para um observador descomprometido ver os seus esforço para dar socos e ver esses socos atingirem o ar e acabarem por lhe deixar um olho roxo. Não há rosas sem espinhos e o homem do cachimbo Peterson Sterling Silver abusa. Se não consegue ser um senhor, ao menos que perceba que ao ser tão disparatado acaba a dar tiros nos pés. Mete dó.

Arquivos

This page is powered by Blogger. Isn't yours?