<$BlogRSDUrl$>

25.2.04

Afastamento de Burmester da Casa da Música 

Que finalmente se diga tudo sobre o assunto. A Casa da Música é um exemplo do mal fazer, da incapacidade portuguesa de prever, de organizar, boas intenções más concretizações.

Nem falo do escândalo de ter custado mais de cinco vezes o custo previsto inicialmente, 100 milhões de Euros. Nem falo dos atrasos incríveis nos prazos de entrega da obra.

Falo do "esquecimento" de um fosso de orquestra e de uma teia para a encenação de teatro, bailado e ópera.
É uma anedota tão esclarecedora dos voluntarismos lusitanos sem substância na capacidade de execução e de previsão pensada e planificada que chega a ser trágica.

Quem é o primeiro responsável de tal anomalia que transforma a Casa da Música numa espécie de mono caríssimo de 100 milhões de euros? A casa onde deve permanecer um estúdio de ópera! O responsável tem nome, esteve na Administração, foi o idealizador do projecto, chama-se Pedro Burmester. Em vez de ter vergonha dos erros que cometeu, e que custaram aos contribuintes portugueses 100 milhões de euros, provavelmente o custo final ainda será maior, em vez de se ter afastado para aquilo que supostamente sabe, tocar música, e que tem feito tão mal ultimamente, continua agarrado a um poder que não merece e que já nem sequer tem.

Pinte a cara de preto e volte a estudar piano. É a tocar piano que pode contribuir a sério para a o enriquecimento de todos nós, como administrador de uma sala de concertos já provou que é completamente incapaz. Este comentário nada tem de político, é apenas uma constatação de facto, apesar de Jorge Sampaio e dos amigos, a incompetência deve ser punida.

H.S.


Arquivos

This page is powered by Blogger. Isn't yours?