<$BlogRSDUrl$>

11.12.03

Leite de Faria - em tom de escárnio 

Este pequeno esgar poético de Leite de Faria não se explica, encontra-se e lê-se. Deve ser fruto de uma loucura passageira, não resisto a colocá-lo aqui. Perdoem-me os puristas.

333

Cavelo albo,
Trunsa hirfuta:
Retes pula!


Arquivos

This page is powered by Blogger. Isn't yours?