<$BlogRSDUrl$>

21.11.03

Os blogues do prazer - 4 

Há escolhas que não se justificam, nós lemos e gostamos, sem concessões. Assim foi com Um blogue sobre Kleist. E prazer, sim: prazer. O prazer que me dão quando os leio, tão simples como isso, mesmo quando são ácidos e melacólicos. É assim, simples, sem voltas, sem desvios, intransigentes, radicais, num rumo certo. Intransigentes na qualidade. Por isso leio A Memória Inventada. Outros se seguirão, um por dia, se puder... sem ordem definida, ao sabor do vento do acaso.

CM

Arquivos

This page is powered by Blogger. Isn't yours?