<$BlogRSDUrl$>

3.10.03

A ética de Liberdade de Expressão 


Uma nota final sobre LdE. Cito:
O Liberalismo e o Crítico Musical MCXXIX
Neste post este blog afirma que existem muitas éticas, e relativiza este conceito. Isto a propósito do meu post colocado agora na coluna da direita onde afirmo:

É mais um exemplo, para uma extensa lista, da "ética liberal" que confirma o que eu tenho dito, confirma as vantagens éticas e morais do humanismo. Eu seria incapaz de inventar analogias como a dada pelo LdE para passar os meus pontos de vista. Quem é capaz de olhar o dinheiro como o fulcro do mundo será capaz de tudo? Mesmo da mais descarada insinuação, de deturpação e distorção dos factos para fingir que tem razão? Enfim, capaz da aldrabice?...

Em que eu comento a distorção e manipulação que LdE faz do que eu afirmo, para tentar descredibilizar a minha mensagem comparando um subsídio a Maria João Pires (que eu defendo) com a nomeação de Maria Elisa (que eu condeno) para Londres, esta última afirmação foi feita por LdE como algo que eu defenderia obviamente, insinuando que seria também a minha opinião, num exercício óbvio de manipulação e deturpação a la "chico esperto", que aliás é o que se espera de alguém que não quer pagar impostos...

Claro que haverá tantas éticas como indivíduos, segundo diz LdE. Mas mentir, aldrabar e distorcer, na ética da esmagadora maioria dos seres humanos é algo de errado. Com respeito aos outros, os que aceitam a manipulação e a mentira, eu não diria que são liberais, diria que são os criminosos, os mitómanos, os manhosos que a sociedade evita e põe de parte. Se o blog Liberdade de Expressão tem uma ética própria, em que distorcer e manipular é aceite para tentar obter vantagens, creio que a resposta está dada. Ficámos a conhecer melhor os liberais? Talvez, pelo menos fiquei a conhecer as ideias de LdE.
Passar bem.

CM


Arquivos

This page is powered by Blogger. Isn't yours?