<$BlogRSDUrl$>

3.7.03

Um Leite de Faria desvendado recentemente 


- Sou alma que não merece
Ver-te em cores de espanto.
- Sou orfão de deus
Vivo em riso e em pranto:
- Evoco-te em rios teus
Cada dia no teu encanto.
- Mas grito, feroz, na rua:
Palavras de desencanto!

O Sol não me aquece:
Sobra-me a doce Lua
Que me abraça no seu manto,
Na mortalha que a ausência tece...

Leite de Faria (1960)



Arquivos

This page is powered by Blogger. Isn't yours?