<$BlogRSDUrl$>

18.7.03

Goethe e a Matemática 

É muito engraçado que Goethe disserte sobre matemática, mas o que Goethe diz é apenas senso comum, a sua teoria da cor é o maior disparate científico que um poeta poderia ter produzido.
É do mesmo tipo de observação que se encontra em Aristóteles.
Porque não lembrar a opinião de Boaventura Sousa Santos? Também do senso comum, mas mais "moderna".
Isto a propósito do nível a que chegou a pesquisa da Liberdade de expressão que consegue arranjar uma citação divertida, mas pouco interessante, ao livro de von Neumann, e daí? O nível de análise do senso comum.
Há a retirar uma pedagogia, e daí este meu post. A pedagogia é simples, as discussões sobre temas da ciência têm de ser sérias. As argumentações fundamentadas. Se assim não for, não vale a pena debater nada. Citar um poeta GENIAL mas péssimo cientista, numa frase desgarrada com 200 anos, não adianta nada a uma discussão séria. É uma falsa validação, se citasse Figo sobre a descida dos juros valeria mais: Figo vive hoje. Vale tanto como a opinão de um taxista que disserta sobre o futebol e a sociedade e se recusa ao pagamento especial por conta! É a esse nível que situo o LdE: uma espécie de taxista, que tenta fundamentar opiniões com falsa ciência e se recusa a pagar os impostos que deve à sociedade. Impostos decretados pela sociedade, e não apenas por alguns, como falsamente afirma, uma vez que resultam de um governo democraticamente eleito.
Não se podem deixar que afirmações falaciosas e erradas sejam propaladas como verdades, com a repetição começam a parecer verdades aos ouvidos do senso comum.

CM

Arquivos

This page is powered by Blogger. Isn't yours?