<$BlogRSDUrl$>

25.6.03

Casa da música sem teia, sem fosso 

Continua o ridículo, não sabemos mesmo fazer nada de jeito! Continuam concertos em condições miseráveis em parques de estacionamento subterrâneos, em estaleiros de obras, a Casa da Música é um espectro, uma sombra de vontades. Um espelho da falta de capacidade de realização. E anda tudo a fingir que é muito giro, que os concertos são muito bons, quando de facto são uma porcaria. A imagem da triste mente dos "intelectuais" portugueses. Não sabem fazer, não são organizados, passam a vida em tricas e ainda culpam toda a gente menos a si próprios.
Subitamente percebe-se: esqueceram-se de um fosso de orquestra! Esqueceram-se de Teia. Bailado nem vê-lo, pelo menos com cenografia, ópera muito menos. Quem é o responsável? Pedro Burmester... um rapaz óptimo, um excelente músico, como programador (talvez?), mas gerir aquela porcaria, mais a porcaria dos políticos, os Santos Silvas deste mundo, os Rios e os Menezes...CM

Arquivos

This page is powered by Blogger. Isn't yours?